Protesto anticapitalismo acaba com 10 ativistas detidos em Londres

Manifestação foi feita na noite de Guy Fawkes, que lembra o autor de um atentado malsucedido contra o Parlamento inglês, no dia 5 de novembro de 1605

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Milhares de manifestantes anticapitalistas entraram em confronto com a polícia, nessa quarta-feira (5) à noite, perto do Palácio de Buckingham, no centro de Londres. Os manifestantes, que faziam parte da Marcha Milhões de Máscaras, organizada em várias cidades do mundo pelo grupo Anonymous, atiraram cones de trânsito, placas de sinalização das ruas e garrafas contra os policiais, além de derrubar barreiras de metal. Dez manifestantes foram detidos, de acordo com a polícia londrina.

O protesto foi feito na noite de Guy Fawkes, que lembra o autor de um atentado malsucedido contra o Parlamento inglês, no dia 5 de novembro de 1605. Muitos dos participantes usavam máscaras brancas inspiradas em Guy Fawkes, atualmente associadas ao Anonymous.

“Uma solução, revolução”, disseram os manifestantes. Alguns lançaram rojões contra os policiais. Os manifestantes também tentaram invadir o prédio da rede de TV estatal "BBC", mas foram impedidos pela polícia. As lojas fecharam as portas durante a marcha, que percorreu um bairro comercial no centro de Londres.

Leia tudo sobre: CapitalismoanticapitalismoMundoLondresReino UnidoGovernoPolíticaConfrontoAtivistasPolíciaEconomia