Índice Geral de Preços tem inflação de 0,59% em outubro

Aumento da taxa entre setembro e outubro deste ano foi provocada principalmente pelos preços no atacado, que tiveram uma inflação de 0,73% em outubro ante uma deflação de 0,18% em setembro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) ficou em 0,59% em outubro deste ano. A taxa é superior à observada em setembro deste ano (0,02%), mas inferior ao índice de outubro do ano passado (0,63%). O IGP-DI acumula taxas de 3,21% em 12 meses e de 2,22% no ano, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O aumento da taxa entre setembro e outubro deste ano foi provocada principalmente pelos preços no atacado, que tiveram uma inflação de 0,73% em outubro ante uma deflação (queda de preços) de 0,18% em setembro.

Houve aumento também da inflação da construção civil, que passou de 0,15% em setembro para 0,17% em outubro. Por outro lado, os preços no varejo tiveram uma inflação mais moderada em outubro (0,43%) em relação a setembro (0,49%).

O IGP-DI é coletado entre o primeiro e o último dia do mês de referência. O índice registra as variações de preços de matérias-primas agropecuárias e industriais, de produtos intermediários e de bens e serviços finais. Semelhante ao IGP-M e ao IGP-10, é composto por 60% do Índice de Preços por Atacado (IPA), 30% do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e 10% do Índice Nacional de Custo de Construção (INCC).

O IGP-DI foi instituído em 1944 com a finalidade de medir o comportamento de preços em geral da economia brasileira. DI ou Disponibilidade Interna é a consideração das variações de preços que afetam diretamente as atividades econômicas localizadas no território brasileiro. Não leva em conta a variação de preços dos produtos exportados que é considerada somente no caso da variação no aspecto de oferta global.

Leia tudo sobre: InflaçãoÍndice Geral de PreçosIGP-DIEconomiaatacadoaumentooutubroFGVBrasil