Levir faz coro por final no Mineirão, mas decisão é de Kalil

Sonho do treinador alvinegro, que também já passou pelo rival, é ver o Gigante da Pampulha dividido meio a meio

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Pesquisa promete acirrar ainda mais a disputa de torcedores pela hegemonia nas arquibancadas
BRUNO CANTINI/ WASHINGTON ALVES/ MONTAGEM
Pesquisa promete acirrar ainda mais a disputa de torcedores pela hegemonia nas arquibancadas

Atlético e Cruzeiro estão na final da Copa do Brasil. Pela primeira vez, os dois principais clubes de Minas Gerais chegam à uma decisão nacional. Mas junto com a euforia pós-classificações memoráveis surge no Galo a dúvida sobre qual estádio receberá um dos duelos decisivos, marcados para os dias 12 e 26 de novembro. O Mineirão, palco da Copa do Mundo, ou o Independência, arena que se transformou em um dos maiores trunfos do Galo nas últimas temporadas?

Para o técnico Levir Culpi, por toda a grandiosidade do clássico, as partidas teriam que ser realizadas no Mineirão, mas a decisão não passa só pelos jogadores e comissão técnica, mas também pela diretoria.

"Tem que ser Mineirão. Mas se o Kalil resolver que vai ser no Independência, nós vamos. Temos que seguir o presidente. Pela importância do jogo, deve ser no Mineirão", avaliou Levir.

E o treinador vai além. Seu sonho seria ver o Gigante da Pampulha dividido meio a meio, relembrando assim os antigos clássicos.

"Eu faria com 50%. Quem comprar  ingresso, vai para o jogo, torcedor do Cruzeiro e do Atlético. É só se respeitar. Pode pular, brincar. Não tem problema", afirmou.

Levir ainda tratou de lembrar a importância do respeito mútuo entre os torcedores agora que o centro das atenções do país será Minas Gerais.

"Vamos atrair o foco do Brasil para Belo Horizonte e que fique dentro de campo. Não pode aparecer engraçadinho para chamar a atenção. Vamos dar o exemplo com sabedoria, técnica, raça. Torcedores podem participar, mas não pode acontecer confrontos. Vamos fazer um final de Copa do Brasil e precisamos dar exemplo de civilidade esportiva", concluiu. 

Leia tudo sobre: levir culpiestadiojogofinalcruzeiroatleticogaloraposacopa do brasil