“Temos que reduzir o número de presos”

Douglas de Melo Martins - Juiz do Maranhão e especialista em sistema carcerário

iG Minas Gerais |

Se conseguíssemos reduzir a quantidade de presos para um número racional, teríamos condições de organizar e controlar o crime lá dentro. O Brasil tem mais de 700 mil presos hoje, e a prisão não tem nem função intimidatória. O Estado mais seguro do país, o Piauí, tem 2.500 detentos e uma taxa de 14 assassinatos para cada 100 mil habitantes. No Espírito Santo, que tem a mesma população do Piauí, de 3,5 milhões, mas 16 mil presos, a taxa de homicídios é de 50 para cada 100 mil. Não é prender que traz segurança. Até o consumismo hoje estimula o crime. Mas só a descriminalização das drogas teria um grande impacto na redução das prisões e iria conter a violência envolvendo o tráfico. As pessoas são presas por fumar maconha, mas podem tomar uísque. Precisamos discutir isso, mas é um assunto proibido.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave