Governadores fizeram pressão

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), empenhou-se pessoalmente na aprovação da matéria, inclusive durante a campanha eleitoral

iG Minas Gerais |

Brasília. Governadores e prefeitos acompanharam das galerias do Senado a votação do projeto que altera o indexador das dívidas com a União. Entre eles, os prefeitos de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e do Rio, Eduardo Paes (PMDB), e os governadores do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), e do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB).  

Antes da votação, o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), disse que o projeto fortalece o pacto federativo e recupera a capacidade de investimento dos governos estaduais e municipais. O relator da matéria, senador Luiz Henrique (PMDB-SC), também usou a tribuna para convocar os colegas a votarem a favor do texto.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), empenhou-se pessoalmente na aprovação da matéria, inclusive durante a campanha eleitoral. Um dos Estados mais beneficiados, o de Alagoas, tem uma das maiores dívidas e, a partir de 2015, será governado pelo filho de Renan, o deputado federal Renan Filho (PMDB).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave