Comissão aprova máximo de 30 dias para exames que detectam câncer

O texto terá que ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça antes de ser enviado para votação no Senado

iG Minas Gerais | Da redação |

A Comissão de Seguridade Social da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (5) um projeto que estabelece prazo de 30 dias para a realização de exames no SUS (Sistema Único de Saúde) para detectar ou descartar a suspeita de câncer.

A medida vale para quando o médico avaliar que a doença é a principal hipótese de diagnóstico. O texto terá que ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça antes de ser enviado para votação no Senado.

Uma lei em vigor desde 2012 estabelece regras gerais para o tratamento de paciente com câncer no SUS, fixando prazo de 60 dias para que seja iniciado, mas não trata de tempo máximo para a realização dos exames.

O autor da proposta, deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), que perdeu um filho em 2009, vítima da leucemia, afirmou que a medida tenta garantir a cura numa corrida contra o tempo. "Numa doença maligna, 30 dias pode significar a morte do paciente se você não tomar as medidas necessárias, que começam com um bom diagnóstico e têm sequência de êxito exatamente no início do tratamento", ressaltou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave