Novo trem do metrô é apresentado em Belo Horizonte

Composição faz parte do lote de 10 unidades compradas pela CBTU que devem ser incorporadas até setembro de 2015 à linha atualmente em funcionamento

iG Minas Gerais | DA REDAÇÂO |

CIDADES . BELO HORIZONTE , MG

CBTU apresenta primeiro metro da nova frota que comeca a circular em janeiro de 2015

FOTO: PEDRO GONTIJO / O TEMPO / 2014.11.05 ta06011
PEDRO GONTIJO / O TEMPO
CIDADES . BELO HORIZONTE , MG CBTU apresenta primeiro metro da nova frota que comeca a circular em janeiro de 2015 FOTO: PEDRO GONTIJO / O TEMPO / 2014.11.05 ta06011

Segundo a CBTU, para a compra das novas máquinas foram investidos R$ 171,9 milhões, visando atender um aumento de 50% do número de passageiros, que pode chegar a 340 mil usuários quando os novos trens estiverem em operação. A companhia informou que a próxima unidade deve ser entregue em dezembro deste ano, e a seguinte em janeiro de 2015. Em seguida serão entregues duas composições por mês, até a entrega das 10 unidades. A previsão é de que todos os trens já estejam em funcionamento em setembro do próximo ano.

Os maquinistas já estão recebendo tratamento para conduzir os novos modelos, a unidade apresentada nesta quarta-feira já está passando por testes. Os novos trens serão integrados junto com os que são usados atualmente. A CBTU não informou se os intervalos entre as partidas serão alterados ou se serão acrescentados novos horários de partida.

As novas máquinas apresentam grandes diferenças em relação aos que atualmente circulam na capital. O sistema de iluminação usa luminárias a LED, mais eficientes e duráveis.O trem conta também com dispositivos que reaproveitam energia elétrica durante a frenagem, reduzindo os custos de manutenção e colaborando para o meio ambiente.

Outra novidade é que os vagões serão integrados, sem divisões internas entre os carros, formando um corredor único, que permite aos usuários se movimentarem por todo o trem.

A nova composição também possui um mapa eletrônico luminoso, que  informa as estações percorridas e painéis que exibem data, horário, a próxima estação e o lado de desembarque. Na abertura de portas, além da campainha, uma indicação luminosa orienta os deficientes auditivos.

A locomotiva e os vagões são produzidos por um consórcio entre a espanhola CAF e a francesa Aston. A montagem é realizada no Brasil.

A CBTU informou que não há aumento de tarifa previsto em função da compra das novas máquinas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave