Goulart descarta retranca e defende atuação com 'inteligência' na Vila

Com a vantagem construída no primeiro jogo, Cruzeiro joga pelo empate para garantir uma vaga na decisão da Copa do Brasil

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA E BRUNO TRINDADE |

Goulart é o atual artilheiro isolado do Brasileiro, com oito gols
douglas magno
Goulart é o atual artilheiro isolado do Brasileiro, com oito gols

Quando pisar no gramado da Vila Belmiro, o Cruzeiro estará classificado para a final da Copa do Brasil. Caso o placar permaneça inalterado, os mineiros avançam à próxima fase. Como venceu a primeira partida por 1 a 0, na semana passada, no Mineirão, o clube precisa de um empate para se classificar. Até mesmo uma derrota por um gol de diferença, desde que balance as redes do Peixe, também garante um lugar na finalíssima. 

 

Apesar da vantagem, o meia-atacante Ricardo Goulart não quer saber de um time totalmente fechado no litoral paulista. Mais do que se defender, o jogador espera uma atuação consistente contra o Santos. 

"Temos que entrar com inteligência. Eles vão vir para o ataque, mas nossa equipe sabe lidar com pressão. Vamos jogar com inteligência, fazer bom jogo e conseguir a classificação", disse Goulart. 

Contra o ABC-RN, nas quartas de final, a vantagem construída no Mineirão - na vitória por 1 a 0 - foi fundamental para a classificação. No segundo jogo, em Natal, o time de Marcelo Oliveira perdeu por 3 a 2. Apesar do sufoco nos minutos finais, o grupo soube segurar a vaga.

Contra o Santos, Ricardo Goulart evita pensar em se apoiar no regulamento. Para ele, o Cruzeiro tem de marcar um gol para ficar mais tranquilo. assim como foi nas quartas de final. 

"Vai ter a pressão do time adversário, mas eu gosto de jogar assim. Se buscar um golzinho fora, o tempo passa e a torcida começa a vaiar. No fim da partida, a gente pensa no regulamento", completou o camisa 26.