Auxiliar de enfermagem curada de ebola recebe alta na Espanha

Teresa Romero, de 44 anos, foi hospitalizada depois de atender missionários espanhóis vindos da África com ebola e que morreram

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A auxiliar de enfermagem espanhola que foi a primeira pessoa infectada com ebola fora do continente africano deixará nesta quarta-feira (5) o hospital de Madrid onde esteve um mês internada.

"Teresa Romero, paciente e profissional de nosso hospital, receberá alta, o que significa uma grande notícia depois de um mês muito complicado para todos nós", anunciou o diretor do hospital Carlos III, Rafael Pérez-Santamaría.

Romero, de 44 anos, foi internada em 6 de outubro. Ela foi hospitalizada depois de atender missionários espanhóis vindos da África com ebola e que morreram. Embora a auxiliar tenha tido resultado negativo para o ebola em análises feitas no último dia 21, deixou o isolamento somente no sábado (1°) por precaução.

"Não há vestígio do vírus em seu organismo", disse o diretor da unidade de doenças infecciosas, José Ramón Arribas. "Ela pode ter uma vida completamente normal", completou. Todas as pessoas que tiveram contato de alto risco com ela deixaram o hospital no último dia 27, após 21 dias de eventual incubação do vírus e sem terem registrado sintomas.

Como estabelecem os critérios da Organização Mundial da Saúde, a Espanha ficará oficialmente livre do vírus 42 dias depois do último caso, ou seja, duas vezes o período de incubação. As duas vítimas do vírus na Espanha foram os religiosos Miguel Pajares, que morreu em 12 de agosto, e Manuel García Viejo, que morreu em 25 de setembro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave