Comovido por ação da torcida, Tardelli promete 'dar a vida' por vaga

Atacante do Galo promete que a equipe entrará em campo comprometida e buscará a classificação para as finais da Copa do Brasil

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Sem marcar há 13 partidas, Tardelli vive seu maior jejum de gols com a camisa do Galo
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Sem marcar há 13 partidas, Tardelli vive seu maior jejum de gols com a camisa do Galo

A mobilização da torcida atleticana, e o sucesso da campanha de doação de sangue em troca de ingressos para a semifinal da Copa do Brasil são fatores que motivam ainda mais Diego Tardelli na busca pela inédita classificação do Galo à decisão do torneio nacional. Comovido com a ação da Massa, que esgotou a capacidade de atendimento nos centros de coleta do Hemominas, o jogador promete entrega total durante os 90 minutos da partida desta quarta-feira, contra o Flamengo.

"Isso é o mais bacana, eu acompanhei este evento que o Atlético deixou para os torcedores. Este é o torcedor atleticano, é por isto que a gente dá a vida por eles. Tem gente que faz verdadeiras loucuras para estar com a gente em uma final, semifinal, para acompanhar ali uma partida de 90 minutos. Por isto que a gente quer fazer de tudo para dar esta alegria para eles. A gente vai dar a vida por esta classificação", destacou.

E o que não falta na fala do jogador, tido como o principal craque alvinegro, são palavras de ordem. A importância da partida e a necessidade de buscar uma vitória por dois ou mais gols de diferença exige este comprometimento.

"Entrou ali dentro é guerra, buscar o gol a todo o momento, com sabedoria, inteligência, mas nesta quarta é guerra porque 'Aqui é Galo!'. Este foi o lema do Ronaldo o ano passado, dentro da nossa 'Aqui é Galo!'. A gente sabe o quanto vai representar mais uma final de campeonato para nós", disse.

"Vai ser doído de novo. Temos que controlar o lado emocional. O mais legal de tudo isto é que a gente tem um elenco para reverter este placar. Estamos confiantes para esta vaga na final", completou Tardelli.

Leia tudo sobre: diego tardelliatleticomineiraocopa do brasilclassificaçaoflamengo