Bebê é sequestrado por mulher que conheceu a mãe pelo Whatsapp

Criança tem apenas seis dias de nascido; jovem suspeita alegou à Polícia Militar que o menino era dela; mulher foi presa em casa

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um recém-nascido de seis dias de vida foi sequestrado na madrugada desta quarta-feira (5), em Uberlândia, na região do Triângulo Mineiro por uma jovem de 19 anos que conheceu a mãe da criança pelo aplicativo Whatsapp.

De acordo com o relato da vítima à Polícia Militar (PM), ela conheceu a suspeita por meio de um grupo da ferramenta há cerca de cinco meses. No dia 31 de outubro, ela deu à luz a um menino no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) e a conhecida foi à casa dela na última segunda-feira (3) para conhecer o bebê.

A jovem se ofereceu para dormir na casa, na rua Doutor Sergio Oliveira Marques, no bairro Tocantins, para ajudar a cuidar do recém-nascido. Tudo corria bem, até que nesta madrugada, a mãe foi checar o filho e não o encontrou no berço. Além disso, não achou a suspeita na casa.

A mulher chamou a PM que fez um levantamento com os moradores da região e descobriu que um táxi teria parado na frente da casa do bebê. Com essa informação, os militares fizeram contato com todas as empresas de táxi da cidade e encontraram o taxista que fez a corrida.

O homem informou que levou uma mulher com uma criança de colo para rua Maximiliano Carneiro, no Bairro Luizote de Freitas. No local, a PM encontrou a suspeita e o menino, que estava no quarto dela.

A jovem alegou que o filho era dela e que teria dado à luz há dois dias. A mãe da suspeita disse à polícia que a filha saiu de casa dizendo que iria a um médico e voltou com o menino, dizendo que tinha tido ele.

O bebê não teve nenhum ferimento e foi entregue à mãe, que estava transtornada e se lembrou de ter tomado um remédio oferecido pelo suspeita na noite anterior. A jovem foi encaminhada para delegacia.

 

Leia tudo sobre: sequestrobebêrecém-nascidomãewhatsapp