Cannavaro assume Guangzhou, mas Lippi será o treinador principal

Experiente treinador desmentiu informação de que não seria mais técnico do clube chinês e afirmou que será sim o primeiro comandante

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O chinês Guangzhou Evergrande anunciou, nesta quarta-feira, o nome do seu novo treinador. Para o lugar de Marcello Lippi, foi escolhido outro campeão mundial com a Itália em 2006, o ex-zagueiro e capitão da Azzurra Fabio Cannavaro. Esse será o segundo trabalho do ex-jogador como técnico; o primeiro foi à frente do árabe Al-Ahli.

Um fato curioso, no entanto, marcou a apresentação do italiano de 41 anos ao novo clube. Durante coletiva de imprensa, Lippi afirmou que continua como "treinador principal" da equipe chinesa, desmentindo a informação inicial de que ele deixaria o comando  do Guangzhou para assumir o cargo de diretor-executivo.

"Deve ter havido um mal entendido sobre o que eu disse antes, que eu iria sair e deixar o time. Não, eu ainda sou o diretor-chefe e o técnico principal do time, eu só não irei mais ao campo todos os dias", explicou Lippi.

O treinador ainda garantiu que vai acompanhar o time de perto, mas que a sugestão para um segundo treinador foi para que ele pudesse ter mais tempo com a sua família, que mora na Itália.

"Eu não podia fazer nada quando minha família tinha problemas, não conseguia aguentar que eu teria de visitá-los apenas a cada seis meses", disse o experiente treinador, que agora planeja ver os familiares a cada dois meses.

Leia tudo sobre: lippicannavarotecnicosguangzhou evergrandeacertoitalianos