Iraniana presa por tentar assistir jogo de vôlei faz greve de fome

Ghoncheh Ghavami foi acusada de fazer propaganda contra a República Islâmica

iG Minas Gerais |

Prisões. Ghoncheh foi presa em junho, liberada e presa de novo
Uncredited
Prisões. Ghoncheh foi presa em junho, liberada e presa de novo

 

TEERÃ, Irã. Depois de ser condenada a um ano de prisão por tentar assistir a uma partida de vôlei masculino, a jovem advogada iraniana Ghoncheh Ghavami, 25, iniciou uma greve de fome. A informação foi confirmada pelo irmão dela.

Ghoncheh, que também possui cidadania britânica, foi detida em 20 de junho em um ginásio de Teerã, quando integrava um grupo de mulheres que tentava assistir uma partida da Liga Mundial de vôlei entre as seleções da Itália e do Irã.

A mãe da advogada disse, em entrevista à rede britânica BBC, que a filha decidiu iniciar a greve em protesto contra o que considera uma “detenção ilegal”.

“Ela está em greve de fome desde sábado. Não come alimentos sólidos e não aceita líquidos”, explicou o irmão da condenada, Iman Ghavami. A jovem, que aguarda a ratificação da pena, também fez uma greve de fome de duas semanas em outubro.

Proibição. Todas as mulheres foram impedidas de assistir a partida no ginásio Azadi de Teerã, incluindo as jornalistas credenciadas.

O procurador geral ainda não confirmou a sentença. Ghavami foi acusada num tribunal de Teerã de atividades e propaganda contra a República Islâmica.

De acordo com informações divulgadas pela agência de notícias Ilna, o advogado de Ghavami, Alireza Tabatabaie, disse no sábado que a sentença poderá ser reduzida devido a bons antecedentes.

Carta. O presidente da Federação Internacional de Vôlei, o brasileiro Ary Graça, condenou a prisão da iraniana. “Queremos saber qual o crime que ela cometeu”, disse, em entrevista ao Sportv. “Fiz uma carta ao presidente da Federação Iraniana dizendo que a FIVB não queria interferir nas leis de cada país, mas que por questão humanitária eles poderiam intervir”, destacou Graça.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave