Câmara de BH segue em ritmo lento

Pauta continua trancada, enquanto todos os vetos do prefeito não sou analisados

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

Mesmo com o fim da eleição, a Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) continua trabalhando em ritmo lento. Ontem, os vereadores mantiveram quatro dos 13 vetos do prefeito Marcio Lacerda (PSB). Enquanto os vereadores não apreciarem todos os vetos, outras proposições não poderão ser votadas e a pauta do Legislativo municipal continuará travada. A reunião dos parlamentares durou cerca de uma hora. O tamanho da sessão de ontem não foi proporcional ao tamanho da ordem do dia, que além das 13 rejeições do Executivo, tinha mais 55 projetos de lei e 29 requerimentos a serem analisados.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave