Sada Cruzeiro soma quatro prêmios individuais na Taça Paraná

Equipe ficou com o vice da tradicional competição depois de chegar final da categoria sub-21 com atletas de 17 e 18 anos

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Sada Cruzeiro chegou na final e teve saldo de quatro vitórias em seis jogos
HEULER ANDREY - DIA ESPORTIVO
Sada Cruzeiro chegou na final e teve saldo de quatro vitórias em seis jogos

O Sada Cruzeiro não se cansa de confirmar a qualidade do seu trabalho de base. Depois de vencer a última edição da Taça Paraná, contra o Sesi-SP, a final deste ano reservou novo encontro contra os paulistas, que já podem ser considerados um dos maiores rivais do time celeste, tanto no juvenil como no adulto.

O resultado final foi comemorado, visto que os os jogadores que viajaram para Curitiba ainda fazem parte da categoria infanto. A categoria juvenil permite atletas de até 21 anos. O grupo azul marcou presença com jogadores entre 17 e 18 anos, que ganharam importante experiência ao participar do torneio de base mais tradicional do país.

Desta vez, o título não veio. A final foi decidida em jogo de três sets e o saldo foi de quatro vitórias em seis jogos.

Para compensar, o time do Barro Preto conquistou nada menos que quatro premiações individuais. O melhor jogador do campeonato foi o levantador Cachopa, que também foi eleito o melhor em sua posição. O ponta Rodriguinho, que chegou ao time nesta temporada, foi o melhor atacante e Thiaguinho o melhor líbero.

"Foi muito bom jogar o torneio para conhecer melhor a equipe, entender o jogo de cada um e o time saiu bem unido. Eu tento dar o máximo sempre e acho que fui bem na minha função. Mas sei que ainda tenho muito a evoluir", declara Rodriguinho, revelação da última Superliga jogando pelo extinto RJ Vôlei-RJ.

Além da disputa na categoria juvenil, a Taça Paraná ainda contou com disputas nas categorias sub-14, sub-16 e sub-18. Ao todo, dois mil jovens participaram da competição.

"Independente da idade do  nosso time, todas as equipes estavam em um nível muito parelho. Fiquei feliz com o troféu de melhor atleta, mas acredito que toda premiação individual é fruto de um bom trabalho coletivo. E ficarmos com os quatro prêmios individuais valorizou o nosso trabalho. Na nossa idade, quanto mais a gente jogar, melhor para ganhar volume de jogo", disse Cachopa.

Classificação final da categoria sub-21

1º LUGAR: SESI/VILA LEOPOLDINA - SP

2º LUGAR: SADA/CRUZEIRO - MG

3º LUGAR: SESI SANTO ANDRÉ - SP      

4º LUGAR: ACE NOVA GERAÇÃO/BRAGANÇA - SP

5º LUGAR: FLAMENGO - RJ      

6º LUGAR: BOTAFOGO - RJ      

Premiação Individual

MELHOR LEVANTADOR Nº 20 FERNANDO GIL KRELING – SADA CRUZEIRO

MELHOR LIBERO Nº 10 THIAGO CORDEIRO ALMEIDA – SADA CRUZEIRO

MELHOR ATACANTE Nº 11 RODRIGO PIMENTEL SOUZA LEÃO - SADA CRUZEIRO

MELHOR JOGADOR Nº 20 FERNANDO GIL KRELING - SADA CRUZEIRO