Catalunha mantém consulta sobre independência depois de proibição

Anuncio aconteceu depois que o Tribunal Constitucional espanhol proibiu a consulta, marcada para o próximo domingo (9)

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O governo da Catalunha afirmou nesta terça-feira (4) que vai manter a votação informal sobre a independência da região.O anuncio aconteceu depois que o Tribunal Constitucional espanhol proibiu a consulta, marcada para o próximo domingo (9).

"Manteremos o processo participativo", afirmou ao jornal "El Pais" Francesc Homs, porta-voz do governo catalão. "E fazemos isso com todas as consequências", completou. Ele fez a afirmação depois de se reunir com o presidente regional da Catalunha, Artur Mas. O governo catalão também anunciou que irá entrar na Justiça contra o governo central espanhol.

Barcelona diz que a proibição é uma "vulneração aos direitos fundamentais" dos catalães. Inspirado pelo plebiscito para a independência da Escócia do Reino Unido, a Catalunha tentou a realização de uma votação semelhante, mas ela foi suspensa pelo Tribunal Constitucional em outubro.

Isso levou o governo de Mas a convocar a consulta informal, que também acabou barrada na justiça. Barcelona não informou como será feita a consulta no próximo domingo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave