Aranha admite antes da volta: 'Contra o Cruzeiro, será difícil'

Apesar de reconhecer a qualidade do adversário, o goleiro do Santos não vê favoritos na disputa pela vaga na final

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Aranha se saiu bem no primeiro teste após a saída de Rafael
Santos/Divulgação
Aranha se saiu bem no primeiro teste após a saída de Rafael

O Santos entrará em campo, nesta quarta-feira, com um único objetivo: marcar gols e não levar nenhum do Cruzeiro, para se classificar para a final da Copa do Brasil. Apesar do jogo ser na Vila Belmiro, o goleiro Aranha não espera tranquilidade na partida. Para ele, o confronto com os mineiros será muito difícil, mas não terá favoritos.

“Será complicado. Uma tarefa difícil. Mas vamos procurar fazer o nosso melhor. Mesmo com toda dificuldade, lá em Minas Gerais, criamos oportunidade e poderíamos ter virado o jogo. Por ser um duelo de equipes grandes não vejo favoritos, apesar da vantagem. Mas vamos procurar atacar e se defender da melhor maneira possível”, avaliou Aranha.

Para este duelo, já estão esgotados os 10.300 ingressos colocados à venda para a torcida santista – a Vila Belmiro tem capacidade para 16 mil lugares, sendo que 5 mil pertencem a donos de cadeiras cativas e 700 ingressos serão da torcida cruzeirense. E para o arqueiro do Peixe, é importante que, contra o Cruzeiro, o torcedor “jogue junto” com o time.

“A torcida é fundamental. Muito importante pra gente. Quando o torcedor joga junto, o adversário sente o momento bom. Se a torcida vem e vai contra o time, o adversário cresce, sente a fragilidade. Vai ser importante ter o torcedor do nosso lado”, concluiu o jogador.

Na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, o Cruzeiro derrotou o Santos por 1 a 0, obrigando o time da Vila a vencer o segundo jogo por pelo menos dois gols de diferença para se manter na competição. O resultado de 1 a 0 para os santistas manda a disputa para as penalidades. Na outra chave do torneio, Atlético e Flamengo se enfrentarão no Mineirão, às 22h. O time carioca venceu o primeiro jogo por 2 a 0. 

Leia tudo sobre: aranhagoleirosantoscruzeirojogosemifinalcopa do brasildificuldade