Mayke diz estar preparado para pressão e garante ofensividade na Vila

Jovem lateral fará sua estreia no estádio onde o Rei Pelé fez história e se mostra tranquilo para o compromisso diante do Peixe

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Prata da casa celeste garante tranquilidade por jogar no caldeirão santista que é a Vila Belmiro
Washington Alves/Light Press/Textual
Prata da casa celeste garante tranquilidade por jogar no caldeirão santista que é a Vila Belmiro

O lateral-direito Mayke sabe das dificuldades que o Cruzeiro irá enfrentar na partida contra o Santos, na quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo segundo jogos das semifinais da Copa do Brasil. Apesar de os mineiros estarem com a vantagem pela vitória na primeira partida, por 1 a 0, o prata da casa afirmou que o time celeste não vai jogar para se defender.

“Nossa equipe não está acostumada a ficar muito atrás. Está acostumada a jogar para frente. Se ficarmos muito na defensiva eles vão vir para cima e isso é perigoso. Vamos jogar de igual para igual. Não vamos atacar como atacamos no Mineirão, pois se trata de um jogo fora, contra um excelente time. O mais importante é nos defendermos bem e atacarmos quando estivermos com a bola”, disse.

Atuando na Vila Belmiro pela primeira vez e sabedor da proximidade da torcida, o camisa 32 afirma que não se sentirá intimidado por isso. “Nunca joguei lá, só fiquei no banco. Se jogar será uma experiência boa. É um estádio de muitas histórias onde o Rei Pelé jogou. Pra mim vai ser muito importante. É um estádio como o Maracanã, o Morumbi. Estamos acostumados com os torcedores. Eles não me intimidam não”, concluiu Mayke.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposacopa do brasilsantosvila belmiro