Mulher ateia fogo ao próprio corpo na Bulgária

Autoridades identificaram a mulher como Lidia Petrova, de 38 anos, que, segundo a imprensa local, é uma fotojornalista desempregada

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma mulher de 38 anos ateou fogo ao próprio corpo nesta segunda-feira (3) em frente à sede da Presidência da Bulgária, em Sofia, informou o Ministério do Interior do país.

Autoridades identificaram a mulher como Lidia Petrova, que, segundo a imprensa local, é uma fotojornalista desempregada. Uma equipe de TV que estava perto do local filmou a tentativa de suicídio.

Guardas do palácio presidencial apagaram as chamas, e a mulher foi levada a um hospital próximo em estado grave. Entre fevereiro e dezembro de 2013, 18 pessoas atearam fogo ao corpo na Bulgária, e pelo menos 13 delas o fizeram por problemas financeiros. Cinco dessas pessoas morreram por causa das queimaduras.

As tentativas de suicídio começaram em meio a uma onda de protestos sociais que acabaram derrubando o governo do partido populista conservador GERB, do então primeiro-ministro Boiko Borisov.

Hoje, 20 meses depois, Borisov tenta novamente formar um governo, após ter ganhado as eleições gerais do dia 5 de outubro, mas até agora não conseguiu fazer nenhuma aliança.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave