Homem suspeito de matar mulher espancada é preso

Acusado foi apresentado nesta segunda-feira pela Polícia Civil

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ângela Maria da Silva ficou desfigurada após ser espancada.
Divulgação
Ângela Maria da Silva ficou desfigurada após ser espancada.

A Polícia Civil de Pedro Leopoldo apresentou nesta segunda-feira (3), W.A.S., de 32 anos, apontado como responsável pela morte de  Ângela Maria da Silva. Segundo o delegado Daniel de Oliveira, o homem é apontado único agressor da vítima, que faleceu em 29 de setembro, depois de ficar dois dias internadas em um hospital.

Ele foi apontado por diversas testemunhas como autor dos socos e chutes contra Ângela, que ficou com o rosto desfigurado devido aos golpes. A agressão ocorreu em 27 de setembro, em uma área frequentada por usuários de crack em Pedro Leopoldo.

Testemunhas contaram que o espancamento ocorreu depois de Ângela impedir que  o acusado agredisse Beatriz, namorada dele. A vítima caiu no chão e fraturou duas costelas.

Os dois já haviam se desentendido dois dias antes, quando W. tentou agredir um cadeirante e foi impedido por Ângela.

Ainda no hospital a vítima identificou o agressor, que foi detido na casa da namorada, que mora em frente ao local onde ocorreu o crime.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave