Para Levir Culpi, pênalti de Josué foi "inconsciente"

Em um lance extremamente bisonho e infeliz do volante, Atlético acabou saindo do Maracanã derrotado pelo Flamengo por 2 a 0

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Josué foi o responsável direto pelo segundo gol do Fla, no Maracanã
VIPCOMM/DIVULGAÇÃO
Josué foi o responsável direto pelo segundo gol do Fla, no Maracanã

O Atlético perdia para o Flamengo por 1 a 0 até os 32 minutos do 2º tempo. Foi aí que Gabriel partiu pela ponta esquerda, ganhou de Marcos Rocha, penetrou na área, passou por Jemerson e foi derrubado na área por Josué. Pênalti assinalado pela arbitragem em um lance extremamente infeliz e bisonho do volante, que, na corrida, desabou exatamente sobre o habilidoso meia do Urubu.  Na sequência, Chicão não perdoou e deu números finais ao duelo.

O lance foi comentado pelo técnico Levir Culpi. O comandante perdoou seu volante pelo lance infeliz.

"No lance, foi muito engraçado porque o Josué caiu e derrubou o cara, foi um pênalti inconsciente. É um lance muito difícil. Ele analisou, achou que foi pênalti. Não dá para tirar a razão dele. Mas eu não acho que ele (árbitro) errou", disse o treinador.

Outro lance que foi comentado por Levir durante a coletiva foi uma mão na bola, protagonizado pelo jogador Cáceres do Flamengo. Luiz Flávio de Oliveira mandou o lance seguir e, pouco depois, o mesmo jogador abriu o marcador para o Urubu, no Maracanã.

"Possivelmente (o árbitro esqueceu do lance). Mas eu não o culpo. Ele tem que decidir muito rapidamente, eu não gostaria de ser bandeirinha, nem árbitro. São lances de interpretação, não quero lamentar isto. Temos que passar por cima disto, jogar futebol para vencer com uma diferença de gols lá em BH", concluiu o comandante.

Atlético e Flamengo se enfrentam na próxima quarta-feira, dia 5 de novembro, no Mineirão, às 22h.  Para avançar diretamente à inédita final da Copa do Brasil, o Galo precisa vencer por três gols de diferença. 

Leia tudo sobre: atléticogaloflamengosemifinalcopa do brasilurubu