Reportagens sobre mineroduto vencem prêmio de jornalismo

Série, publicada em março, abordou o rastro de destruição deixado por mineroduto

iG Minas Gerais | Da redação |

ECONOMIA - PREMIO ALIANZ DE SEGURO DE JORNALISMO - SAO PAULO - ANA PAULA PEDROSA, MARIELA GUIMARAES E QUEILA ARIANE.

FOTO
Arquivo pessoal
ECONOMIA - PREMIO ALIANZ DE SEGURO DE JORNALISMO - SAO PAULO - ANA PAULA PEDROSA, MARIELA GUIMARAES E QUEILA ARIANE. FOTO

A série de reportagens "Um Mineroduto que Passou em Minha Vida",  produzida pelas jornalistas Ana Paula Pedrosa e Queila Ariadne e com fotografias de Mariela Guimarães, foi a vencedora na categoria online sustentabilidade e mudanças climáticas do 8º Prêmio Allianz Seguros de Jornalismo. 

A  solenidade de premiação acontece na noite desta quarta-feira (29), em São Paulo. Concorreram  2.047 matérias em nove categorias.

Publicada pelo portal O TEMPO e pela edição impressa no último mês de março, a série de reportagens  retrata um rastro de destruição deixado pelos 525 km do maior mineroduto do mundo, que a  Anglo American está construindo de Conceição do Mato Dentro, região Central de Minas, até São João da Barra, no Rio de Janeiro, onde está o Porto de Açu.

A série também é finalista do maior prêmio do jornalismo brasileiro – o Prêmio Esso –, além da  21ª edição do Prêmio CNT de Jornalismo, que divulgará os vencedores em novembro.

Leia tudo sobre: mineroduto