Gil escapa de suspensão do STJD e pode enfrentar o Coritiba

Decisão por converter a suspensão do jogador em advertência ocorreu por unanimidade de votos

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Após ser xingado de 'macaco de m...', jogador postou foto com uma camisa contra o racismo
Reprodução Facebook
Após ser xingado de 'macaco de m...', jogador postou foto com uma camisa contra o racismo

O zagueiro Gil, do Corinthians, foi julgado nesta quarta-feira (29) por expulsão em jogo contra o Atlético-MG pela Copa do Brasil e foi apenas advertido pelo STJD, livrando-se de suspensão que poderia tirá-lo de partida contra o Coritiba neste sábado (1º), pela 32ª do Campeonato Brasileiro.

Apesar de não ter saído do banco de reservas no jogo que decretou a eliminação do Corinthians da Copa do Brasil há duas semanas, após derrota por 4 a 1, Gil foi expulso depois dos 90 minutos por reclamar com o árbitro Leandro Pedro Vuaden.

"Expulsei o sr. Carlos Gilberto do Nascimento Silva por, após o jogo, caminhar 60 metros na minha direção proferindo as seguintes palavras: 'Tu tá de brincadeira. Conseguiu, né? Só quer aparecer'", relatou o árbitro na súmula do jogo. O ato do jogador foi enquadrado pela Procuradoria como desrespeito contra a arbitragem - artigo 258, inciso II do CBJD.

A decisão por converter a suspensão do jogador em advertência ocorreu por unanimidade de votos.