GoPro expõe assédio que as mulheres sofrem numa simples caminhada

Teste capturou mais de 100 casos de elogios sem consentimento, assovios e demais assédios, ao longo de 10 horas de gravações, em Nova York

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

As mulheres sofrem com assédios o tempo todo. Um experimento norte-americano testou e comprovou. Com a ajuda de uma câmera GoPro escondida nas costas de um homem, que andava à frente de uma mulher, o teste capturou mais de 100 casos de elogios sem consentimento, assovios e demais assédios, ao longo de 10 horas de gravações, em Nova York.

A vítima, Shoshana B. Roberts, só precisava caminhar naturalmente, vestida com jeans e camiseta em quarteirões da cidade. Além dos casos de interação, alguns homens seguiram-na pela rua, e um outro caminhou ao lado dela, em silêncio, por cinco minutos. Assustador!

O vídeo é mais uma prova do assédio diário que as mulheres experimentam. No YouTube, no entanto, comentaristas disseram que o vídeo é sensível demais e que dizer um "boa noite" é inofensivo e não deve ser considerado assédio verbal.

O experimento foi criado pela agência de marketing Rob Bliss Creative, para o movimento Hollaback, que pretende acabar com o assédio de rua. Estudos da própria campanha mostram que entre 70% e 99% das mulheres sofrem assédio ao caminhar pelas ruas, em algum momento durante suas vidas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave