Minério de ferro está a caminho da China

Anglo American faz primeiro embarque do produto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO. |

Em Nova Era (MG), nascentes foram destruídas pelo mineroduto
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Em Nova Era (MG), nascentes foram destruídas pelo mineroduto

A Anglo American, que constrói o maior mineroduto do mundo com 529 km de extensão e que gera impactos ambientais em 32 municípios de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, fez o primeiro embarque de minério de ferro do Projeto Minas-Rio, no último dia 25 de outubro. O primeiro navio com mais de 80 mil toneladas do produto foi carregado no terminal de exportação no Porto do Açu, no Rio, e a embarcação já está a caminho da China. O Minas-Rio pretende atingir uma capacidade anual de produção de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro. O projeto inclui uma mina e uma unidade de beneficiamento em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, no Estado, além o terminal de minério de ferro do Porto do Açu, já no Rio de Janeiro. A série de reportagens “Um mineroduto que Passou em Minha Vida” das jornalistas Ana Paula Pedrosa e Queila Ariadne, publicada em O TEMPO, denunciou os impactos do Projeto Minas-Rio na vida da população das cidades cortadas pelo mineroduto. A série é finalista do maior prêmio do jornalismo brasileiro, o Prêmio Esso, além estar na final de outros dois concursos: Prêmio CNT de Jornalismo e Prêmio Allianz de Seguros de Jornalismo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave