Cinema de Animação comemora dia em busca de reconhecimento

Mostra exibe curta-metragens nacionais e internacionais no Sesc Palladium

iG Minas Gerais | gustavo rocha |


“Guida”, curta-metragem de Rosana Urbes é um dos destaques
ROSANA URBES/DIVULGAÇÃO
“Guida”, curta-metragem de Rosana Urbes é um dos destaques

Em busca de espaço, o cinema de animação comemora simultaneamente seu dia internacional em mais de 230 cidades brasileiras. Em Belo Horizonte, a programação acontece no Sesc Palladium, hoje, às 19h. “A animação ainda é tida como o desenho infantil, feita exclusivamente para crianças. E, na verdade, nós temos uma produção muito grande e significativa de filmes que tratam outras temáticas, destinadas a vários públicos”, comenta Sávio Leite, curador e organizador do DIA (Dia Internacional da Animação), em Belo Horizonte. A data comemora a primeira projeção pública de imagens animadas, por Émile Reynaud, em 1892, em Paris.

Apesar da preferência por temáticas adultas, a programação, que se divide em três frentes, tem uma mostra infantil, outra nacional e, finalmente, uma internacional. “É um evento que tem uma procura muito grande. Para se ter uma ideia, recebemos cerca de 200 curta-metragens nacionais de animação e temos apenas uma hora de programação, o que não dá nem dez selecionados”, revela Leite. Dentre os destaques da mostra nacional está “Guida”, da paulistana Rosana Urbes e “Estrela”, do mineiro de Belo Horizonte, David Múcio. “A Rosana tem um traço muito bom, ela trabalhou na Disney e desenhou o ‘Mulan’. O filme dela foi premiado em festivais importantes, como o Animamundi. E o Múcio é daqui, mas realizou seu filme no Rio de Janeiro. Gosto muito desses dois trabalhos”, ressalta o organizador.

A seletiva internacional conta com uma curadoria, formada por vários artistas, que traz o que há de melhor na produção atual. Leite destaca o filme espanhol “My Name is Maria”: “É uma espécie de estória da carochinha, mas as coisas na vida da Maria são terríveis, ela vê todos os amigos serem mortos, sua família vai se destruindo aos poucos”, revela o curador.

Aliás, esse é um tipo de filme de animação que vai de encontro ao gosto pessoal de Leite. “Eu sou suspeito para falar, mas gosto de filmes mais experimentais, que ousam na narrativa e trazem um olhar mais artístico para o trabalho. Eu não gosto dessa estética muito limpa do 3D. Prefiro uma estética meio ‘underground’, que toca em assuntos como sexo, drogas, violência”, diz.

Esta é 11ªedição do evento que, aos poucos, vai conquistando mais público e quebrando o estigma de que a animação se resume aos desenhos animados. “É um longo caminho, mas estamos evoluindo”, finaliza.

Agenda

O quê. DIA – Dia Internacional da Animação

Quando. Hoje, às 19h30

Onde. Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 420, centro)

Quanto. Entrada franca

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave