Obama diz que quer fortalecer relações com o Brasil

Presidente dos Estados Unidos afirmou parceria estratégica com o Brasil e aponta para relação bilateral com o país

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

President Barack Obama meets Brazil's President Dilma Rousseff , Monday, April 9, 2012, in the Oval Office of the White House in Washington. (AP Photo/Carolyn Kaster)
Associated Press
President Barack Obama meets Brazil's President Dilma Rousseff , Monday, April 9, 2012, in the Oval Office of the White House in Washington. (AP Photo/Carolyn Kaster)

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (27) pela Casa Branca, o presidente americano, Barack Obama, afirmou que o Brasil é um parceiro importante para os Estados Unidos e que querem fortalecer a relação bilateral com o Brasil.

"Estamos empenhados em continuar a trabalhar com a presidente Dilma Rousseff para fortalecer nossa relação bilateral", diz a nota.

Ainda de acordo com a nota, Obama parabeniza a vitória de Dilma e afirma que deve telefonar para ela nos próximos dias para parabenizá-la pela reeleição.

O presidente americano pretende ampliar a colaboração entre os dois países para promover a segurança, prosperidade e o respeito pelos direitos humanos em âmbito global e aprofundar a cooperação bilateral nas áreas de educação, energia, comércio e outros temas de interesse mútuo.

Em outubro do ano passado, Dilma cancelou o encontro com Obama após revelações de espionagens feitas no Brasil pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA).

Dilma e a Petrobras foram alvos dessas espionagens que foram reveladas a partir de documentos secretos obtidos pelo jornalista Glenn Greenwald com Edward Snowden, ex-técnico da NSA. Os papéis mostraram que a comunicação entre Dilma e assessores foi monitorada pela agência americana. Desde então, o clima entre os dois países ficou abalado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave