Petrobras contrata empresas de investigação para apurar corrupção

Uma das empresas é do Brasil e outra dos Estados Unidos; elas irão apurar as denúncias de corrupção feitas pelo ex-diretor da empresa Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef; nome das empresas não foi revelado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Petrobras anunciou que contratou duas empresas independentes de investigação, uma do Brasil e outra dos Estados Unidos, para apurar as denúncias de corrupção feitas pelo ex-diretor da empresa Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef, nas investigações decorrentes da Operação Lava Jato.

O nome das empresas não foi revelado.

Em nota divulgada na manhã desta segunda-feira (27), a empresa diz que a contratação "considera o contexto" das normas da CVM e da FCPA (Foreign Corruption Practices Act, lei americana de combate à corrupção praticada no exterior por parte de empresas que negociam ações na Bolsa Americana, como a Petrobras).

Na semana passada, a CVM abriu processo contra a Petrobras para investigar as denúncias levantadas na Operação Lava Jato. A autarquia pediu acesso a todo o resultado obtido pela comissão interna que a Petrobras criou para apurar o caso.

De acordo com a consultoria Arko Advice, a SEC (Securities and Exchange Commission, equivalente à CVM americana) e Departamento de Justiça dos Estados Unidos também estão investigando as denúncias.