Agressividade para alcançar crescimento econômico

No quesito saúde, Dilma garantiu a ampliação de um de seus principais programas lançados no primeiro mandato: o Mais Médicos

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

Para eliminar críticas ao modelo econômico adotado no primeiro mandato, a presidente reeleita prometeu durante a campanha adotar medidas mais agressivas para fazer o Brasil crescer mais.

Durante a corrida presidencial, Dilma afirmou que o governo estava adotando medidas defensivas para manter empregos, salários e investimentos em um cenário de crise econômica mundial. Para o seu segundo mandato, a proposta é passar para o modo mais ofensivo.

Após ser muito criticada pela oposição por “permitir” que a inflação chegasse no topo da meta, Dilma prometeu para o segundo mandato controlar o índice. Além disso, o plano de governo lançado às vésperas da votação do segundo turno indicou também a redução da taxa de juros. Outra promessa de campanha foi a redução da burocracia para motivar o empreendedorismo.

A petista declarou que iria expandir a oferta de vagas nas escolas públicas de educação integral, conceder mais cem bolsas de estudo para o programa Ciência sem Fronteiras e universalizar o acesso à educação infantil.

No quesito saúde, Dilma garantiu a ampliação de um de seus principais programas lançados no primeiro mandato: o Mais Médicos. Para cumprir o que foi dito à população, o governo federal também terá que investir na construção de mais Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). Ainda nessa área, a petista prometeu que lançará o Programa Mais Especialidades para garantir o acesso da população aos atendimentos especializados.

Tema recorrente em pesquisas para detectar a prioridade dos cidadãos brasileiros, a segurança pública foi objeto de compromisso de Dilma. Uma das principais bandeiras de campanha foi a integração das polícias federal e estaduais.

Outra proposta é a criação da Academia Nacional de Segurança Pública, que visa à otimização da formação das polícias, difusão de procedimentos operacionais padronizados e formação de analistas.

Dilma também garantiu que fortalecerá o combate às organizações criminosas e à lavagem de dinheiro, além do controle das fronteiras. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave