Grande BH escolheu Aécio

Candidato do PSDB não conseguiu transferir votos da capital para o interior do Estado, onde foi derrotado

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

Aécio Neves (PSDB) perdeu a eleição no Estado que governou por dois mandatos graças às cidades do interior. Em Belo Horizonte e na região metropolitana da capital, o tucano superou sua rival Dilma Rousseff (PT). Na cidade natal dos dois candidatos, o tucano garantiu a esmagadora maioria de votos. Para outras 21 cidades que rodeiam a metrópole, Dilma não continuaria no Palácio do Planalto.

Na capital mineira, o tucano obteve 64,27% dos votos, enquanto a presidente reeleita, Dilma Rousseff (PT), atingiu apenas 35,73%. O senador mineiro fez valer o favoritismo em sua cidade de origem evidenciado no primeiro turno, quando registrou 53,87% contra 25,11% da petista. A diferença entre os rivais foi de 28,76 pontos percentuais. Na segunda etapa do pleito, o tucano ampliou a quantidade de votos válidos para 64,27%. Já Dilma saltou para 35,73%. A diferença entre eles permaneceu quase a mesma: 28,54 pontos percentuais. Aécio venceu no Sul de Minas, a região mineira mais influenciada pela proximidade com o Estado de São Paulo, onde ele obteve mais de 15 milhões de votos. Já no Norte do Estado, assim como no primeiro turno, Dilma foi hegemônica. Aécio só teve êxito no município de Taiobeiras. No total, 62,37% dos eleitores da cidade escolheram o senador e 37,63% optaram por Dilma. Aécio Neves também superou a petista no Sudoeste e no Oeste de Minas. Região metropolitana. A maior diferença na região metropolitana foi registrada em Lagoa Santa. O município deu vitória a Aécio Neves, com 70,58% dos votos contra 29,42% para Dilma. Em Contagem, cujo prefeito, Carlin Moura (PCdoB), foi coordenador local da campanha da petista, o senador continuou como o preferido do eleitorado. No município, Aécio venceu Dilma por 51,98% contra 48,08%. Em Betim, segunda cidade com maior número de eleitores da região metropolitana, atrás de Contagem, Dilma venceu. Foram 56,21% dos votos, contra 43,79% do tucano. Em Cláudio, região Oeste, terra da família materna de Aécio Neves, o tucano teve votação ampla, com 81,41% da preferência. Dilma teve apenas 18,86%. Antes da campanha começar, o PSDB de Aécio Neves esperava ter 4 milhões de votos a mais do que Dilma em Minas Gerais, onde pouco mais de 12 milhões de eleitores votaram neste domingo. A presidente reeleita, porém, abriu mais de 550 mil votos de frente sobre seu rival.

São João del Rei No berço histórico da família Neves, São João del Rei, Aécio venceu – como esperado. O neto de Tancredo teve neste domingo ainda mais votos que no primeiro turno. Passou de 54,64% dos votos para 59,01% neste domingo. O desempenho da petista também melhorou. De 31,61% dos votos no primeiro turno, ela saltou para 40,99%.

Dilma desempatou No primeiro turno das eleições presidenciais, a pequena Inhaúma, com pouco mais de 5.000 habitantes, protagonizou um empate histórico: 1.571 votos para Dilma, 1.571 votos para Aécio. Neste domingo, a petista virou o jogo. Ela obteve 2.019 votos (51,08%), contra 1.943 votos de Aécio Neves (48,92%). O “placar” refletiu bem a divisão que o país registrou nas urnas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave