Coordenador de campanha de Aécio no MT é acusado de boca de urna

Nilson Leitão foi levado para a sede da Polícia Federal após dar entrevista a uma rádio na cidade de Sinop

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O coordenador da campanha de Aécio Neves no Mato Grosso Nilson Leitão (PSDB) foi conduzido até a sede da Polícia Federal na tarde deste domingo, acusado de fazer boca de urna na cidade de Sinop. Ele negou estar pedindo votos irregularmente, alegando que  "conhece a legislação eleitoral".

Deputado federal reeleito, Nilson declarou voto no candidato do PSDB durante uma entrevista ao vivo. Ao prestar esclarecimentos na PF, o tucano alegou não ter pedido votos durante a entrevista e ter apenas enumerado os motivos pelos quais escolhia Aécio Neves.

Nilson estava acompanhado do radialista que o entrevistou e foi liberado logo após o depoimento. Em nota,  o parlamentar reclamou do "patrulhamento do direito de expressão e da liberdade da imprensa", que, segundo ele, o PT faz não só em Mato Grosso, mas em todo o País".

Já o presidente do PT no Mato Grosso afirmou que o adversário cometeu crime eleitoral e qualificou a nota de Nilson como "mentirosa".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave