Presidente do TSE diz que eleições está entre as mais tranquilas

Em todo o país o órgão registrou mais de 540 ocorrências de crime eleitoral e 147 prisões; Minas é o terceiro Estado que mais registrou ocorrências

iG Minas Gerais | BÁRBARA XAVIER |

Em entrevista coletiva realizada no início da tarde deste domingo (26), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, disse que do ponto de vista judicial as eleições estão sendo uma das mais tranquilas dos últimos tempos.

De acordo com último balanço divulgado pelo TSE, fechado às 14h24, foram registradas 542 ocorrências de crimes eleitorais, 147 resultando na prisão de eleitores. O estado do Rio Grande do Norte é o líder de ocorrências: 93, seguido do Rio de Janeiro, com 89 casos, e de Minas Gerais, com 75 registros e 47 prisões, a maioria por boca de urna. O crime, aliás, foi responsável por 197 ocorrências e pela detenção de 65 eleitores em todo o Brasil.

Já a divulgação de propaganda, que é proibida no dia da eleição, contabilizou 158 registros e 26 detenções. Até o momento, não houve nenhuma ocorrência de crime ou irregularidade eleitoral envolvendo candidato.

Urnas

Ainda segundo o balanço do TSE, 2.231 urnas eletrônicas apresentaram problema no país e foram substituídas, o que representa 0,51% do total de 434.057 urnas disponibilizadas para o pleito. O Estado com o maior número de substituições é o Rio de Janeiro, com 340 trocas.

Em segundo lugar está São Paulo, com 274 e, em terceiro, o Rio Grande do Sul, com 204. Minas Gerais fica um pouco atrás, com um total de 175 urnas trocadas até agora, sendo que 25 delas foram em Belo Horizonte. Uma seção no estado de São Paulo registrou votação manual neste domingo.

Comparação

O número de 542 ocorrências registradas até agora contrasta com as 3186 contabilizadas no primeiro turno em todo o país, envolvendo candidatos e não candidatos em todo o país. No dia 5 de outubro, foram 1.362 ocorrências com prisão e 1.824 sem prisão, sendo 439 candidatos e 1.824 não candidatos. Minas Gerais havia registrado 518 crimes, contra os 75 deste domingo, até então. O número de urnas substituídas também foi maior no primeiro turno, somando um total de 5.012 máquinas, 1,12% do total. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave