Plebiscito para reduzir maioridade penal

Tanto Lacalle Pou quanto Bordaberry apoiam abertamente a redução da maioridade penal

iG Minas Gerais |

Montevidéu. Além de escolherem um novo presidente, os uruguaios vão eleger membros do Senado e da Câmara dos Deputados e votarão um plebiscito sobre a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Devido ao cenário eleitoral dividido, o próximo governo não deve ter maioria parlamentar, o que irá dificultar acordos entre as principais bancadas sobre temas fundamentais como esse.  

Tanto Lacalle Pou quanto Bordaberry apoiam abertamente a redução da maioridade penal. Já Vázquez se mostra contra a mudança. A segurança, junto com a educação, têm sido os temas mais discutidos na campanha uruguaia, após o aumento da criminalidade no país. Pesquisa publicada pela consultoria Equipos Mori em 22 de outubro indica que 52% da população apoia a redução da maioridade penal, 39% é contra e 9% não sabe ou não respondeu.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave