Vestuário é gasto preferencial dos endinheirados da capital

Funcionários, Mangabeiras e Serra estão no top 5 dos grandes consumidores do Brasil

iG Minas Gerais | ludmila pizarro |

Perfil. Bya Belumat afirma que não vê problema em investir no que gosta e gasta com moda, mas não se apega a marcas e modismos
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Perfil. Bya Belumat afirma que não vê problema em investir no que gosta e gasta com moda, mas não se apega a marcas e modismos

Os bairros Funcionários, Mangabeiras e Serra da capital mineira estão entre as seis regiões que mais gastam com vestuário no Brasil, segundo uma pesquisa divulgada em outubro. A região do bairro Funcionários é a segunda do país que mais gasta com roupas e acessórios, ficando atrás apenas da região do Lago Sul, na capital federal. O Mangabeiras ficou em quinto lugar, e a Serra, em sexto.

A renda familiar mensal dessas regiões, porém, não é diferente de localidades que ficaram atrás no gasto com vestuário. A média da renda familiar nas 20 regiões mais bem listadas na pesquisa é de R$ 19,48 mil, enquanto a média dessas três regiões de Belo Horizonte é de R$ 18,37 mil. O Jardim Europa, na capital paulista, por exemplo, tem a renda 53,7% maior do que o do Funcionários, mas está no 14º lugar na pesquisa. “Podemos dizer, diante dos números, que os moradores dessas regiões usam uma parte maior da sua renda com vestuário do que outros que residem nas demais áreas, já que a renda não é tão diferente”, explica Susana Figoli, diretora de inteligência de mercado da Geofusion, empresa que realizou a pesquisa. O estudo envolveu 1.605 regiões de 147 municípios de 25 Estados do país. “O belo-horizontino é muito ligado em moda e na aparência, de maneira positiva. Por isso, acho que os gastos são mais altos com vestuário, sim”, opina Fernanda Côrtes, coordenadora de marketing da marca de vestidos Vivaz. Lívia Paolucci, superintendente do shopping DiamondMall, também acredita que o volume financeiro utilizado pelo mercado de luxo na capital é maior do que em outras praças. “Temos uma vocação muito forte para a moda, em bairros como Lourdes, Funcionários e Santo Agostinho”, explica. A locutora e ex-modelo Bya Belumat mora no bairro Funcionários e se encaixa no perfil da pesquisa. “Não tenho problemas em investir no que eu gosto e gasto com moda, seja em uma loja de luxo, seja em uma do centro da cidade”, afirma. Outras pesquisas realizadas pela Geovision nas mesmas regiões mostram que os gastos com alimentação fora de casa e educação já não são o foco na capital mineira. A primeira região da cidade que aparece no ranking de bairros que mais gastam com educação no país é o Funcionários, na 15ª posição. Mangabeiras e Serra ocupam as posições 22 e 24, respectivamente. Nos gastos com alimentação fora de casa, o ranking da cidade permanece o mesmo, com Funcionários, Mangabeiras e Serra nas três primeiras posições. Porém, no ranking nacional as regiões são, respectivamente, a 48ª, a 62ª e a 63ª colocadas. No shopping DiamondMall, onde 91% do público é das classes A e B, o vestuário, incluindo roupas e acessórios, ocupa mais de 70% das lojas. “A consumidora mineira é exigente e tem conhecimento. Estamos sempre trabalhando nosso mix de opções para trazer as marcas que irão atendê-la”, diz Lívia Paolucci, superintendente do shopping. Impulso. Gerente da loja Dudalina do DiamondMall, Roberta Mevencio confirma que o consumo na região é maior se comparado com o resto do país. “Nossa loja é uma das campeãs de vendas do Brasil, mesmo sendo exclusiva para o público feminino”, comemora Roberta. “O fluxo do shopping não é grande, mas quem vem aqui consome mesmo”, diz. Para Bya Belumat, a qualidade é importante na hora de comprar. “Tenho peças-chave e não me apego a marcas e modismos. Mas, se gosto de uma peça, compro. Tem um modelo de sapato do Renato Loureiro que adorei, comprei dez, um de cada cor”, afirma.

Festa Região. Luana Jardim, dona de uma loja de calçados de luxo em Lourdes, diz que o foco em vestidos de festa na região aumenta o consumo. “Nossas clientes são as mesmas”, afirma.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave