A bolsa encolheu

O reinado das maxibolsas foi colocado em xeque; entram em cena as minibags

iG Minas Gerais | Miriam Gonçalves |

A Minibag foi um sucesso na semana de moda de Milão. Ela compõe o look de Primavera/Verão 2015.
Luca Bruno
A Minibag foi um sucesso na semana de moda de Milão. Ela compõe o look de Primavera/Verão 2015.

A cada mudança de estação, a moda se reinventa. Na verdade, ela vive de atualizar seus ícones. Uma hora a tendência é a estampa étnica, logo depois, a tropical e por aí vai... Com os acessórios é a mesma coisa. Depois de uma longa temporada de bolsas grandes, a nova mania entre os fashionistas são as bolsas pequenas. E elas diminuíram tanto de tamanho que ganharam o nome de “minibags”.

Hit do momento, elas foram destaque nas últimas semanas de moda internacionais e rapidamente cairam no gosto das mais antenadas. Famosas grifes internacionais, como a Hermés, Chanel e a Dior, apostaram nas versões PP de seus modelos mais clássicos para ser usada no dia a dia. No começo do ano, a Louis Vuitton criou uma campanha publicitária exclusiva para as minibags. Um sucesso!

“As minibolsas se destacam por sua grande versatilidade, facilidade para serem carregadas e, especialmente, por poder ser usadas tanto no dia a dia, quando à noite. Ou seja, passeiam lindamente por um almoço, passando por um coquetel, até uma balada” comenta a consultora de moda Ana Letícia Mattos. Muitas delas têm a opção de serem usadas a tiracolo, ideal para quem precisa ter as mãos livres, mas também tem a opção com a alça menor para serem levadas na mão, esse modelo é ideal para trazer elegância ao look.

Segundo o estilista de acessórios Rogério Lima, para as mulheres mais atarefadas, que precisam carregar mais coisas, a tendência é usar a bolsa pequena junto com a grande. “O defeito da bolsa grande é que a mulher joga o mundo dentro dela e para tirar fica difícil. Na pequena, não. Então você pode levar as coisas pessoais na menor e, o resto, na grande. Isso vai trazer conforto e praticidade ao seu dia a dia”, contou.

Pratique o desapego

Para quem estava habituado às maxibolsas, a dificuldade agora é praticar a lei do desapego e fazer uma seleção do que levar. “Isso porque nós, mulheres, enquanto temos espaço na bolsa temos a tendência de ocupá-lo com mais e mais itens. E, se formos olhar a fundo, grande parte do que carregamos jamais é usada ao longo do dia. Então, as minibags, além de trazerem modernidade e estilo a uma produção, ainda conferem "saúde" aos nossos ombros, sempre tão sobrecarregados com nossas "manias", comentou Mattos.

Para ajudar o leitor nessa tarefa tão difícil, pedimos socorro à Ana Letícia e listamos alguns itens básicos a serem usados na minibag, para cada ocasião. Lembrando que em todas elas, necessariamente teremos as chave de casa e do carro, celular e documentos, dinheiro e cartão. Fora isso, para cada caso, ela indica:

Almoço: Um óculos de sol e um protetor solar (em embalagem pequena, claro). Reunião: Um moleskine com um caneta ou um tablet e um porta-cartão de visitas. 

Trabalho: Um par de óculos de grau e um pó compacto para ajudar a manter a boa aparência ao longo do dia. 

Festa: Um batom e um espelhinho. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave