Atos em apoio a candidatos tomam conta das ruas de Belo Horizonte

Na praça da Liberdade, o destino dos militantes tucanos é a praça da Savassi; já na avenida Afonso Pena, os militantes petistas tem como destino a praça da Estação

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Militantes tucanos percorrem da praça da Liberdade a praça da Savassi em ato de apoio
Mariela Guimarães
Militantes tucanos percorrem da praça da Liberdade a praça da Savassi em ato de apoio

Para marcar o último dia antes da escolha do novo presidente da República, as campanhas de Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) convocaram para este sábado atos em todo país. Em Belo Horizonte, terra dos dois, os eventos ocorreram quase que simultaneamente na região Centro-Sul.

Enquanto os apoiadores de Aécio Neves se reuniram na praça da Liberdade, os de Dilma Rousseff marcaram seu ponto de encontro na praça Tiradentes. Os atos estavam marcados para às 10h e 11h respectivamente.

O ato é em prol ao candidato tucano a presidência, Aécio Neves, chegou a reunir cerca de 3 mil pessoas e partiu em direção a praça da Savassi. Em um carro de som, discursaram no palanque a mulher do prefeito de Belo Horizonte, Regina Lacerda, o vice-prefeito Délio Malheiros, a deputada Luzia Ferreira e a secretária de Educação Ana Lúcia Gazzola. Já na Savassi, militantes se concentraram nos canteiros das avenidas Cristóvão Colombo e Getúlio Vargas. O clima "anti-PT" toma conta do ato e motiva os discursos e os gritos dos militantes tucanos.

Militantes se reúnem em Belo Horizonte para último ato pró Dilma
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Militantes se reúnem em Belo Horizonte para último ato pró Dilma

Na praça Tiradentes, perto do local onde era o comitê de Fernando Pimentel, na avenida Afonso Pena, cerca de duas mil pessoas se concentraram para o ato em apoio a candidata pelo PT a reeleição Dilma Rousseff. De lá, ato segue pela pela avenida Afonso Pena com destino a praça da Estação. Duas pistas da avenida chegaram a ser fechadas para a passagem dos manifestantes que, com bandeiras na mão e gritos de guerra, davam um clima de carnaval, com direito a batucada e motes que pregam o amor, ao ato.

O trânsito na avenida Afonso Pena, sentido rodoviária, está interditado.


Leia tudo sobre: atoaéciodilma