Sets voltam para 25 pontos

Apesar da volta de sets com 25 pontos, os clubes não foram atendidos no pedido de fazer a decisão em três jogos

iG Minas Gerais | Daniel Ottoni |

A crítica recebida por jogadores, treinadores e demais envolvidos diretamente no vôlei nacional não foi suficiente para que a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) forçasse a implementação da regra de sets com 21 pontos na última temporada. Mesmo com toda a contestação, a entidade seguiu as ordens de Ary Graça, presidente da Federação Internacional de Vôlei (FIVB), que já esteve à frente da CBV. Um dos motivos para a decisão foi a tentativa de fazer os jogos terem duração menor.  

Depois de ter visto, na prática, o fracasso total de uma ideia que não chegou a ser testada, ao menos em campeonatos regionais, a CBV finalmente se deu conta do tamanho do erro cometido. Para esta temporada, os sets voltam aos tradicionais 25 pontos.

Apesar da volta de sets com 25 pontos, os clubes não foram atendidos no pedido de fazer a decisão em três jogos. Num primeiro momento, ficou definido que na Superliga masculina seriam três partidas na final, após plenária entre os clubes. Mas a CBV voltou atrás, e negociações com a Rede Globo, detentora dos direitos televisivos, fizeram a entidade manter o formato em jogo único, temendo prejuízos comerciais, já que não tinha garantia de que os três jogos seriam transmitidos.

“Embora entendamos que tecnicamente é mais justo, não temos a garantia de que todos os jogos das finais seriam transmitidos em TV aberta. Conseguimos as transmissões a duras penas, não seria hora de jogar tudo pro alto”, mostra Luizomar de Moura, técnico do Molico-Nestlé-SP. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave