Chuva paralisa obra em córrego

Moradores de uma rua na região disseram que, após caminhões e tratores começarem a circular no local, houve rachaduras em paredes, muros e asfalto

iG Minas Gerais | Bernardo Almeida |

Máquinas paradas, canteiro de obras vazio e mau cheiro provocado por um lago que se formou após pancadas de chuva inundarem a intervenção de contenção de águas no córrego Túnel/Camarões, no bairro Tirol, na região do Barreiro, na capital, no início desta semana. Essa é a realidade de moradores vizinhos da obra, parada após a inundação.  

Desde então, alunos de uma escola às margens têm pulado a cerca do córrego para nadar, o que pode causar doenças, já que parte da água é esgoto. “Não adianta nem limpar a casa”, conta a cabeleireira Ivana Fonseca, 59, vizinha do local.

A diarista Sirlene Rosa, 42, deveria ter desocupado o imóvel onde vive há 24 anos até o último dia 10, para a continuidade das obras, mas afirma que não recebeu a indenização, que usará para pagar aluguel. “Servidores da prefeitura disseram que a tendência é que a obra fique parada. Não sabemos o que vai acontecer e estamos preocupados com o período chuvoso. O nível da água subiu muito com a chuva da última terça-feira”, disse.

Moradores de uma rua na região disseram que, após caminhões e tratores começarem a circular no local, houve rachaduras em paredes, muros e asfalto. A Defesa Civil, que já visitou o local, informou à reportagem que a situação é de baixo risco e que orientou os proprietários a vigiarem as rachaduras e procurarem um profissional para resolver a situação. Procurada pela reportagem, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital não respondeu até o fechamento desta edição. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave