Advogado do doleiro nega teor

Basto afirma ainda que “nunca ouvi nada que confirmasse isso (o envolvimento de Lula e Dilma”)

iG Minas Gerais |

São Paulo. O advogado do doleiro Alberto Youssef negou, ao jornal “O Globo”, que seu cliente tenha citado o ex-presidente Lula ou a atual presidente Dilma Rousseff no depoimento dado à Polícia Federal na última terça-feira, embora tenha confirmado o depoimento, usado pela revista “Veja” como base para a edição desta semana.

Na reportagem, “Veja” diz que um advogado de Youssef estava presente, mas não cita seu nome.

Antonio Figueiredo Basto, que representa o doleiro no processo, confirmou que seu cliente prestou depoimento à PF na última terça-feira, mas afirmou não ter conhecimento da denúncia citada pela revista.

“Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação”, disse ao jornal carioca.

Basto afirma ainda que “nunca ouvi nada que confirmasse isso (o envolvimento de Lula e Dilma”).

“Estou surpreso”, e que “não nego nem confirmo se esse depoimento é verdadeiro, se essa informação foi dada ou não e se sim, em quais circunstâncias”, concluiu.

Segundo o texto da revista, nenhuma prova destes fatos foi apresentada durante o depoimento de Youssef, já que nesta etapa do processo o objetivo das autoridades é verificar o grau de conhecimento do acusado com relação às irregularidades.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave