Presidente do PT não acredita em 'bala de prata' no debate da Globo

Com a vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre Aécio Neves (PSDB) apontada nas pesquisas de opinião, a campanha petista avalia que o resultado do embate dificilmente vá alterar o atual cenário

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A presença de eleitores indecisos na plateia do debate presidencial na noite desta sexta-feira (24), na TV Globo, deve tornar o ambiente "mais sereno", segundo Rui Falcão, presidente do PT.

Com a vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre Aécio Neves (PSDB) apontada nas pesquisas de opinião, a campanha petista avalia que o resultado do debate dificilmente vá alterar o atual cenário.

"Havia a expectativa de que esse debate pudesse ser uma bala de prata para um ou outro lado, eu não acredito nisso", afirmou o dirigente petista.

"Não acho que vá ser um debate que dê margem a tanto desequilíbrio. Vai ser um debate mais sereno, inclusive pelo fato de haver perguntas de indecisos. Desta vez, não haverá como sair da pergunta. Será preciso responder ao indeciso."

Falcão aponta uma segunda razão que deve levar à discussão de projetos: o retrospecto dos embates entre Dilma e Aécio sinalizaria cautela nos ataques pessoais.

"A presidente vai tentar se manter calma. Acho que a agressividade do candidato oponente o prejudicou como tem mostrado as pesquisas", acrescentou o presidente do PT.

Em pesquisa Datafolha divulgada na quarta-feira (22), Dilma aparece com 53% das intenções de votos válidos enquanto Aécio registra 47%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave