Jô pede desculpas e avisa: 'nunca fugi da responsabilidade'

Em entrevista coletiva, na Cidade do Galo, centroavante promete que voltará a dar alegrias à torcida alvinegra

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Jô é só sorrisos em retorno aos treinamentos na Cidade do Galo
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Jô é só sorrisos em retorno aos treinamentos na Cidade do Galo

Na tarde desta sexta-feira, o atacante Jô deu sua primeira entrevista coletiva após ser reintegrado ao plantel alvinegro. Arrependido, o jogador voltou a listar problemas particulares como os motivos principais de seu segundo 'sumiço' na temporada. Desta vez foram 13 dias longe dos treinamentos na Cidade do Galo. A situação só foi resolvida após encontro com o presidente Alexandre Kalil. 

"Foram problemas particulares. Conversei com o presidente, conversei com o Maluf. Foi tudo esclarecido. O presidente é o meu patrão e eu devo explicações a ele", disse o atacante, que ainda se considera com crédito com parte da Massa. 

"A torcida até entende minha situação. Ando nas ruas e tenho um respaldo grande por parte deles até porque tenho uma história. Eles não esqueceram de nada disto. Foram problemas complicados, mas foi tudo resolvido com o presidente e e estou de volta para ajudar o Atlético", completou.

Em agosto, Jô tinha passado pelos mesmos problemas particulares. À época, ele interpretou os obstáculos como superados, mas eles não estavam.

"Achei que tinha resolvido, mas não estava tudo resolvido. Acabei me ausentando para resolver isto. O Maluf e o presidente entenderam muito bem. Se não tivesse sido isto (problemas particulares), com certeza não estaria aqui", avaliou.

O jogador ainda reconheceu que a pressão da torcida será ainda maior. No entanto, ele se diz pronto para dar a volta por cima.  "É claro que ficaram chateados por eu não ter dado satisfação. Agora eu estou tranquilo. Eu sei que, um pouco de mim, eu ainda posso dar para o Atlético, eu com a cabeça boa posso ajudar ainda", disse.

"Nunca fugi de responsabilidade, assumi desde que eu cheguei aqui. É voltar focado, treinar mais. Hoje mesmo, eu treinei em dois períodos. É me dedicar mais para ajudar o Atlético na reta final", concluiu Jô.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloJo