Polícia diz que marido confessou ter assassinado delegada

Tatiene Damires foi encontrada morta no fim da manhã de quinta-feira (23) dentro da própria casa, no bairro do Realengo, na zona oeste carioca

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma delegada foi encontrada morta no fim da manhã de quinta-feira (23) dentro da própria casa, no bairro do Realengo, na zona oeste do Rio. Segundo Polícia Militar, o corpo de Tatiene Damires não apresentava hemato, mas e não havia qualquer ferimento causado por arma de fogo.

Peritos da Delegacia de Homicídios também não encontraram qualquer sinal de arrombamento na residência. Ela foi encontrada morta na cozinha da casa. Na manhã desta sexta (24), a Polícia Civil informou que o estudante de direito Alessandro Oliveira Furtado, 39, confessou o crime. Ele é marido da vítima e foi preso em flagrante.

A delegada morava em uma área dominada por milicianos e investigava quadrilhas envolvidas no esquema. Tatiene Damaris chegou a relatar a colegas que havia sofrido ameaças desses criminosos, por isso, a polícia chegou a trabalhar com a hipótese de que o assassinato havia sido praticado por milicianos. A hipótese, no entanto, foi descartada com a confissão de Furtado. O motivo do crime não foi revelado pela polícia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave