Mago faz autocrítica: 'estou muito abaixo do que sei fazer'

Meia-atacante Maicosuel está ciente de que tem muito a melhorar com a camisa do Atlético e esperar dar alegiras em breve

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Maicosuel se sente preparado para a missão de substituir maestros alvinegros
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Maicosuel se sente preparado para a missão de substituir maestros alvinegros

Aos poucos, o meia-atacante Maicosuel vai retomando sua forma para, enfim, brilhar com a camisa do Atlético. Após se recuperar de uma lesão, o velocista participou das quatro últimas partidas do time, sendo uma delas como titular.

O aproveitamento neste retorno ainda não é satisfatório. É o que o próprio jogador admite. Ele está ciente de que poderia ter rendido mais. Porém, está confiante de que possa começar a virar esse quadro a partir de sábado, contra o Sport, no Independência.

“Me avalio sempre. Estou muito abaixo do que sei que posso fazer. Me cobro muito. Sou um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair. Essa minha característica de ir pra cima não foi boa na Itália, onde jogam no esquema de dois toques. Agora, quero voltar a fazer o que sei e ajudar dando passes”, disse o Mago.

Para reeditar os bons momentos do passado, ele conta com as instruções do técnico Levir Culpi. “Ele (Levir) lançou um livro, que diz ser um burro com sorte. Ele que falou, não eu. Um cara rodado, vivido, quem sou eu pra falar da bagagem dele. Temos que agradecer, tem sido importante pra gente”, sintetizou Maicosuel.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloMaicosuel