Na TV, Dilma rebate denúncia da Veja; Aécio exibe Neymar

Candidata à reeleição avisa que irá à Justiça; tucano não tratou do fato na propaganda

iG Minas Gerais | Da Redação |

Dilma Rousseff fala de denúncia da Petrobras no horário eleitoral
Reprodução/Horário eleitoral
Dilma Rousseff fala de denúncia da Petrobras no horário eleitoral
A presidente Dilma Rousseff gastou quase a metade de seu programa eleitoral para rebater denúncia da revista "Veja" publicada na edição desta sexta-feira. De acordo com a publicação, o doleiro Alberto Youssef afirmou, em depoimento na última terça-feira, que a presidente e o ex-presidente Lula sabiam do esquema de corrupção na Petrobras. O advogado do doleiro, Antonio Figueiredo Basto, afirma não ter conhecimento sobre a declaração. A presidente afirma que irá processar a revista. "O povo brasileiro tem maturidade suficiente para discernir entre a mentira e a verdade. O povo sabe que não compactuo com a corrupção, minha história é um testemunho disso, e sabe que farei o que for necessário, doa a quem doer, para punir quem mexe com o patrimônio do povo. Sou defensora intransigente da liberdade de imprensa. Mas a consciência livre da Nação não pode aceitar falsas denúncias. Os brasileiros darão sua resposta à Veja e seus cúmplices nas urnas. E eu darei a minha resposta a eles na Justiça", disse a presidente na propaganda de TV. Aécio Neves, por sua vez, não usou o tema na propaganda eleitoral da manhã. A expectativa é de que trate do tema no horário eleitoral da noite, o último desta campanha. O tucano preferiu um tom emocional, com vários depoimentos, incluindo o do jogador do Barcelona e capitão da seleção brasileira, Neymar Jr. Romário foi outro a aparecer no programa do PSDB.   

Leia tudo sobre: eleiçãoeleições2014dilma rousseffdilmaaécio nevespetrobrasveja