Sitiante é morto a tiros por desafeto em Cataguases

Caseiro disse ter ouvido do principal suspeito que esse estaria jurado de morte pela vítima, que ainda teria oferecido recompensa de R$ 40 mil para quem fizesse o serviço; ninguém foi preso

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Um sitiante foi morto a tiros em Cataguases, na Zona da Mata Mineira. Conforme a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu na localidade de Sereno, na tarde dessa quinta-feira (23). Principal suspeito estaria jurado de morte pela vítima.

Segundo relato do caseiro do sítio à PM, ele também foi ameaçado. Por volta das 12h30, um adolescente de 17 anos, ex-morador da região, veio até a porteira, procurando por Dezair Luiz Gonzaga Fialho, 36, dono da propriedade, que havia saído. Logo em seguida, apareceu um comparsa encapuzado e de arma em punho, identificado como "Maicon", de 25 anos. Ambos invadiram o local e renderam o funcionário, que foi amarrado.

Enquanto aguardavam a chegada de Dezair, o homem encapuzado disse ao caseiro que mataria seu patrão, porque esse já havia prometido matá-lo, inclusive com recompensa de R$ 40 mil para quem fizesse o serviço. A suspeita é que a briga tenha relação com o tráfico de droga.

Quando ouviram o barulho da caminhonete de Dezair se aproximando, a dupla pulou pela janela da cozinha. Assim que desembarcou do carro, o encapuzado gritou para que ele corresse, porque iria morrer primeiro. Depois, o caseiro ouviu apenas  os disparos.

O corpo de Dezair foi encontrado pela PM próximo ao açude, com um tiro na cabeça e outro na barriga. Os suspeitos ainda não foram localizados.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

Leia tudo sobre: Cataguasessítioaçudetráfico de droga