Serial killer agora ‘só’ admite 29 mortes

Antes, vigilante de Goiás havia confessado ter matado 39 pessoas

iG Minas Gerais |

O vigilante Tiago da Rocha, que está em um presídio de Goiás
POLÍCIA CIVIL DE GOIÁS/DIVULGAÇÃO/ARQUIVO
O vigilante Tiago da Rocha, que está em um presídio de Goiás

Goiânia. O delegado Murilo Polati, da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios de Goiânia (DIH), disse nesta quinta que o vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, 26, recuou na confissão de 39 mortes. Na nova versão, ele confessa o assassinato de 29 pessoas desde 2011.

O delegado afirmou ainda que Tiago da Rocha não se arrepende dos crimes que cometeu e teria reduzido os crimes confessos por orientação da defesa. “Ele achou ótimo se tornar uma estrela. Ele é frio, meticuloso, sabia de todos os crimes e só não assumiu todos e outros que por ventura nós venhamos a descobrir porque começou a raciocinar”, disse Polati. O delegado acredita que os 29 crimes foram assumidos porque Tiago crê que os exames de balística serão compatíveis nesses casos e poderão incriminá-lo. As advogadas do suposto serial killer não foram localizadas pela reportagem.

Mesmo com a redução dos crimes confessados, o delegado informou que vai continuar a investigação dos 39 casos relatados pelo suspeito inicialmente. Polati afirmou que não irá identificar todos os casos assumidos pelo vigilante, pois eles estão sob investigação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave