Empate em BH fortaleceu o time para o clássico, diz Fernando Prass

Time paulista teve jogo difícil diante do Cruzeiro e arrancou um ponto da Raposa

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

ESPORTES BH MG: LANCES DA PARTIDA ENTRE CRUZEIRO X PALMEIRAS VALIDA PELA TRIGESIMA RODADA DO BRASILEIRAO SERIE A. NA FOTO: 

FOTO: DENILTON DIAS / O TEMPO / 22.10.2014
DENILTON DIAS / O TEMPO
ESPORTES BH MG: LANCES DA PARTIDA ENTRE CRUZEIRO X PALMEIRAS VALIDA PELA TRIGESIMA RODADA DO BRASILEIRAO SERIE A. NA FOTO: FOTO: DENILTON DIAS / O TEMPO / 22.10.2014

Para Fernando Prass, o empate com o Cruzeiro na quarta-feira (22), em Belo Horizonte, deixou o Palmeiras "fortalecido" para o clássico contra o Corinthians, no sábado (25), no Pacaembu.

"Foi um jogo muito difícil. A gente poderia ter saído com a vitória, mas poderíamos ter saído com a derrota também", disse o goleiro em entrevista coletiva nesta quinta (23), na Academia de Futebol.

Na 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe alviverde suportou a pressão do adversário durante quase toda a partida, porém, conseguiu abrir o placar aos 43min do segundo tempo, com um gol de Pablo Mouche. Pouco depois, aos 47min, Dagoberto deixou tudo igual no placar.

"Ontem a gente sabia que ia sofrer. O momento que a gente atravessa é de muita pressão", acrescentou Prass.

Com o empate, o Palmeiras chegou aos 35 pontos, na 14ª posição. Apenas quatro pontos o distancia do Vitória (31), que abre a zona do rebaixamento.

"Esperamos sair dessa situação o quanto antes. Se a gente vencer o clássico, vamos somar três pontos e ficar cada vez mais perto do nosso objetivo. Nos daria uma condição boa na tabela e em termos de ambiente fora de campo também", afirmou o goleiro.

Na 31ª rodada do Nacional, o técnico Dorival Júnior irá contar com o retorno de jogadores importantes.

Valdivia, que cumpriu suspensão, e Marcelo Oliveira, que não pôde jogar contra o Cruzeiro devido a motivos contratuais, estão liberados.

Assim, a provável formação do Palmeiras será composta por Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Juninho; Victor Luis, Marcelo Oliveira, Wesley e Valdivia; Mazinho (Mouche) e Henrique.

Leia tudo sobre: fernando prasscruzeiropalmeirasraposabhempateclássicoclássico paulistacorinthiansvaldívia