Preso suspeito de estuprar mulheres em passarelas do BH e Contagem

Eletrotécnico agia conforme seu turno de trabalho, "às vezes de manhã, às vezes no fim da tarde", disse a delegada; vítimas tinham idade variando entre 14 e 62 anos, e algumas delas também foram roubadas

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Um homem foi preso, suspeito de diversos estupros em Belo Horizonte e Contagem, na região metropolitana. Conforme as investigações, o eletrotécnico escolhia suas vítimas de forma aleatória, de acordo com seu turno de trabalho. Ele foi apresentado à imprensa na tarde desta quinta-feira (22), no 2º Departamento de Polícia Civil, em Contagem.

Victor de Oliveira, de 44 anos, foi preso em flagrante, em 2013, enquanto tentava roubar a bolsa de uma mulher no Barreiro, região em que também morava. Na época, ele foi reconhecido, por acaso, por uma mulher que o acusava de abuso sexual, o que desencadeou a investigação.

"A partir daí, nós fomos buscando ocorrências de estupro na região, e todas elas as descrições para o suspeito eram semelhantes. Nós intimamos 20 mulheres. Dessas, 11 compareceram à delegacia e reconheceram o Victor como o autor", disse a delegada Laise Aparecida Rodrigues.

Entre as vítimas estão uma adolescente de 14 anos e uma senhora de 62.

Os ataques aconteciam nas passarelas da avenidas Cardeal Eugênio Pacelli, no bairro Cidade Industrial; e na da avenida Tito Fulgêncio, no Barreiro. "Ele era um oportunista. Os horários dependiam do turno dele. Às vezes de manhã, às vezes no fim da tarde. Em alguns casos, ele ainda roubava dinheiro das vítimas", explicou a delegada.

Em 2013, as vítimas fizeram exame, e o material genético colhido foi comparado com uma amostra de esperma do suspeito, comprovando sua autoria. Desde então foi pedida sua prisão preventiva. As outras nove mulheres foram intimadas, mas ainda não compareceram à delegacia para fazer o reconhecimento.

Victor permanece preso no Presídio Inspetor Martins Drumond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH.