Estrela, mãe e diva!

Após ter o seu segundo filho, cantora vem com tudo para BH para apresentar sua nova turnê, ‘DNA Reloaded’

iG Minas Gerais | CAIO LÍRIO |

Wanessa volta a BH com a nova turnê
Divulgação
Wanessa volta a BH com a nova turnê

Wanessa está de volta! Depois de uma pausa de quatro meses após dar à luz seu segundo filho, a cantora mostra disposição para retornar aos holofotes, desta vez, trazendo ao público a nova turnê “DNA Reloaded”. Mais dançante e coreografado, o show, que é uma nova versão da já famosa “DNA Tour”, tem bombado nas pistas de dança de todo o país. A cantora, que se apresenta em Belo Horizonte nesta sexta-feira, dia 24, conversou com a revista SuperTV sobre o retorno aos palcos, as parcerias internacionais, o carinho do público e como tem administrado a carreira sem perder a chance de cuidar dos filhotes: José Marcus e o recém-chegado João Francisco.

Você está voltando com tudo depois da licença-maternidade. O que o público está vendo e vai ver de diferente na nova turnê? A nova turnê se chama “DNA Reloaded”, então, como o próprio nome já diz, é uma nova versão da passada. Tem novos figurinos, um novo balé, coreografias mais elaboradas e um setlist muito, mas muito dançante! Quero todo mundo agitando comigo em BH, hein?!

Atualmente, sua música atrai cada vez mais o público gay. Como você vê essa identificação? O apoio da comunidade gay sempre aconteceu, eles sempre foram presença confirmada nos meus shows. É claro que, nos meus dois últimos discos, eu foquei um tipo de música que eles receberam melhor e se identificaram mais, mas esse apoio foi muito natural. Eu estou muito grata por representar algo para eles. Faço tudo pelos meus fãs, eles estão comigo há tantos anos.

Você se sente mais à vontade como artista para criar e se apresentar hoje em dia? Claro, com certeza, principalmente depois da maternidade. Ser mãe me tornou mais segura, mais forte. Então, eu coloco tudo isso no palco. Fiquei mais sensível também, o que me ajuda a ver o mundo de forma diferente, a compor melhor, a entender melhor os meus fãs. Mas já são quase 15 anos de carreira, acabamos aprendendo com o tempo e melhorando com os erros, né?!

Recentemente, foi divulgada a canção que você gravou com a latino-americana CymcoLé? Como foi essa parceria? Ai, gravar com a CymcoLé foi tão bom! “Metronome” tem uma energia muito boa e foi feita para ferver as pistas. A parceria surgiu, pois somos gerenciadas pela mesma empresa, a A.R Live, e, como temos gostos musicais parecidos, caiu como uma luva. A intenção foi fazer todo mundo dançar, sem pretensão.

Pensa em fazer mais parcerias internacionais e investir mais em outros mercados? Eu acredito que as coisas acontecem muito naturalmente, sabe. Foram assim as minhas parcerias com os rappers Ja Rule e Soulja Boy. Vai acontecer, mas que seja de forma natural, como sempre foi tudo na minha carreira.

E, com o retorno aos palcos, como tem conciliado a agenda com a vida materna? Ai, como é difícil deixar meus babies em casa (risos)! Mas estou conseguindo conciliar, sim. Fico com o coração apertado, mas estar em um palco também é importante. Por isso admiro as mulheres, sabe... Somos fortes o suficiente para cuidar das crianças e, ao mesmo tempo, cuidar dos negócios. Estou morrendo de saudade dos meus fãs.

Ainda pensa em ter outros filhos? Meu marido e eu nos comprometemos a planejar o próximo (risos)! A menininha vai esperar um pouco. Às vezes, eu fico amamentando o João Francisco de um lado, o José Marcus do outro lado, alguém fazendo o meu cabelo, uma pedicure, minha assistente conversando comigo, enfim... É uma loucura total, então, ainda estamos estruturando tudo isso.

A SuperTV lançou no ano passado, no Facebook, uma promoção para sortear um kit “DNA Tour”, que teve muita repercussão. Para você, o que representa esse sucesso e qual sua relação com o público mineiro? Que ótimo! Ainda não sabia da repercussão da promoção. Fico muito feliz e agradeço a equipe da SuperTV pelo apoio de sempre. Obrigada! Eu sempre amei o público mineiro. Eu adoro a forma como sou recebida aí de forma tão calorosa, com esse jeitinho acolhedor de vocês. É um público muito fiel, com o qual eu sempre posso contar, me sinto honrada. Minas, aí vou eu! (risos).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave