Usuários de computador estão sujeitos a trombose venosa

Permanecer sentado por várias horas seguidas pode causar mal; uso de meias de compressão é uma das recomendações para evitar o problema

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uso de meias de compressão anti trombose é uma das formas de prevenção.
DIVULGAÇÃO / Sigvars
Uso de meias de compressão anti trombose é uma das formas de prevenção.

Você ainda vai ouvir falar de “trombose venosa eletrônica”. Segundo o Dr. Newton de Barros Jr., cirurgião vascular e Professor Associado da Escola Paulista de Medicina, pessoas que trabalham com computador e que permanecem sentadas por várias horas seguidas, estão sujeitas a trombose nas pernas que podem resultar em embolias pulmonares.

“Estamos notando a incidência crescente desse tipo de caso, o que é preocupante pois temos hoje um grande contingente de pessoas que trabalha horas seguidas diante de um computador, sem a consciência de que esse tipo de atividade pode acarretar graves problemas de saúde”, explica Barros Jr.

Uma pesquisa da Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, publicada na revista “Medicine & Science in Sports & Exercise”, evidenciou que o sedentarismo, especificamente o tempo em que um indivíduo fica sentado em frente a um computador, televisão ou até mesmo dirigindo um carro, é capaz de elevar em até 64% o risco de morte por doenças cardiovasculares em homens.

Para o Dr. Barros Jr, há atividades profissionais hoje em dia que são exercidas diante de computadores por várias horas, como atendentes de call center, operadores de equipamentos e até profissionais da área de administração, que passam as 8 horas de trabalho sem se mover da cadeira. 

“As pesquisas médicas mostram já há alguns anos que ficar sentado muito tempo faz mal. Entre 1980 e 2000, o tempo que os norte-americanos passaram sentados aumentou 8% e isso está relacionado à natureza do trabalho nos dias de hoje, quase todo ele mediado por computadores. Esse modo de trabalhar é totalmente incompatível com a natureza do nosso corpo, que simplesmente não foi projetado para passar Actitud Preta.jpglongas horas sentado”. Na maior parte dos escritórios no país, não há estímulos a atividades físicas. Segundo o Dr. Barros, para profissionais que passam às vezes até 10 horas por dia na frente do computador, alguns cuidados são fundamentais como intercalar exercícios com os pés e caminhadas aos períodos de inatividade e usar meias de compressão que ajudem a manter o fluxo de sangue das pernas para a parte superior do corpo. “Já recomendávamos o uso de meias de compressão para aquelas pessoas que tinham que ficar sentadas em voos de longa duração, ou até mesmo em viagens de trem ou de automóvel por períodos superiores a 5 ou 6 horas. Agora, percebemos que as mesmas recomendações precisam ser feitas a pessoas que ficam diante de computadores o dia todo. Interromper o trabalho a cada duas horas, exercitar os pés, fazer caminhadas e usar meias de compressão no dia a dia podem reduzir drasticamente a incidência de trombose venosa decorrente de sedentarismo”, orienta o Dr. Barros. Trombose A trombose venosa profunda é a formação de coágulos nas veias profundas das pernas e que costuma ocorrer em função da inatividade física. Esse trombo pode se fragmentar e correr pela corrente sanguínea, indo se alocar no pulmão e impedindo a respiração: é a embolia pulmonar.

“Os sintomas de uma embolia pulmonar decorrente de trombose venosa são falta de ar aguda, tosse e dor no peito. Podem ser confundidos com outras doenças tais como bronquite ou problemas cardíacos e em poucos casos são causa de morte súbita. Há pacientes com embolias pequenas e podem nem apresentar sintomas, mas se a embolia for causada por êmbolos maiores a chance de óbito é considerável. A trombose venosa do viajante ou a trombose venosa eletrônica pode ser prevenida: caminhar ou fazer exercícios a cada duas horas e utilizar meias de compressão anti trombose ”, alerta o médico.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave